Soldado Ferido

Gabriel Zanon & Gustavo Valério

16/07/2020

O soldado ferido lutando
Permanece sofrendo na lida.
Perde sangue, mas inda sangrando
Tece versos, clamor pela vida…

Nas diversas batalhas marchando…
Anoitece na mente perdida…
Amargores cruéis invernando,
A doença do nada surgida…

Quem enxerga o soldado na luta?
O degredo exaltando a labuta
e o soldado sozinho com Deus?

Cada verso de sua existência
São retalhos da própria decência
Conservando o caminho dos seus.

Soneto dedicado a um amigo em comum,
Hélio J Silva, poeta, que contraiu COVID-19
durante o trabalho como Guarda Civil durante a pandemia.

*Versos pares por Gabriel Zanon Garcia
*Versos ímpares por mim