Angelus Sanctus

Gustavo Valério Ferreira

09/06/2020

Abraçada comigo e nervosa
No hospital esperando o momento
Já cansada com medo e chorosa
Ostentando no seio um alento…

Lacerada na sala espaçosa
Esforçando-se em muito lamento…
Descansou da labuta escabrosa!
O anjo chora no seu nascimento!

Correria na sala do parto:
— Paciente sofrendo de infarto!
Enfermeira a chorar comovida…

Deus então resolveu do seu jeito:
Recrutou-os ainda no leito
e eu fiquei desolado na vida.



O soneto acima deu um trabalho especial.
As iniciais dos versos nos quartetos
formam a frase “Anjo Ledo” (acróstico).