Graves Greves

Gustavo Valério Ferreira

04/06/2020

Se grafas graves medos nas memórias
nas greves breves dos papéis diversos
o grito grifa dores mil em versos!
Das grossas grotas fogem as histórias:
em grupos grulham novos universos!



O poema acima é um desafio segundo as regras:

1. Cada verso faz assonância com uma vogal.

2. A ordem deve ser correta: AEIOU.

3. Cada verso faz aliteração com pelo menos uma consoante.

4. Os versos devem ser livres de metaplasmos.

Assim temos GRA/GRE/GRI/GRO/GRU na estrofe.

Optei por reforçar e repetir os dígrafos como uma forma de transferir ao leitor a dificuldade tanto na construção do poema, como para relembrar dos tempos difíceis que estamos vivenciando.